Imagem: COMPLAN 2016

Trazendo como subtema “Cidades: inovação e sustentabilidade”, a 7ª edição do COMPLAN reúne em sua programação assuntos relevantes para os players envolvidos com o desenvolvimento urbano. Sobre este assunto, conversamos com Paula Peixoto, membro da comissão organizadora do evento, conselheira fiscal da ADIT Brasil e gerente SR de urbanismo e licenciamento da Iron House – Grupo Cornélio Brennand (PE). Confira abaixo.

ADIT: Em sua concepção quais são as expectativas, neste momento de retomada da economia, para o mercado?

Paula Peixoto: O processo de planejamento urbano é tipicamente de longo prazo.  A formatação do negócio, elaboração de projetos e licenciamento de um empreendimento, em especial das Comunidades Planejadas, demandam um tempo razoável para sua viabilização. Assim, a grande oportunidade é a maturação e o desenvolvimento dos projetos, para aproveitar a retomada do ciclo positivo do mercado com produtos bons e viáveis.

ADIT: Este ano o COMPLAN traz como subtema “Cidades: Inovação e Sustentabilidade” o que podemos falar sobre isso?

PP: O COMPLAN deste ano amplia o foco do empreendimento em si mesmo, para abordar também a sua integração com a Cidade e, portanto, com a sociedade em geral, numa perspectiva de integração urbana e convergência de interesses e expectativas de todos os stakeholders envolvidos. A capacidade de inovar, seja através de novas tecnologias e também de novas posturas, é o desafio atualmente mais falado pelos líderes e pelas empresas. A inovação pode ser protagonista na gestão urbana, no relacionamento com as comunidades, na forma de ativar os espaços urbanos, na busca de cidades mais criativas e inteligentes.

ADIT: Qual a importância da qualificação urbana para os projetos?

PP: A identidade de um lugar começa a ser formada quando se identifica a vocação e as potencialidades do sítio, e, em seguida, se traduzem esses valores no projeto urbanístico. Assim, entendo que a qualificação urbana começa por criar essa identificação, mas precisa ser materializada no projeto nas questões da conectividade urbana, no incentivo aos modos leves de deslocamento, no bom desempenho do sistema viário, no conforto ambiental, na valorização da paisagem, nas amenidades e na atratividade dos espaços coletivos. Esses aspectos bem conjugados serão o diferencial qualitativo, que vai propiciar vitalidade, convivência e, por consequência valorização imobiliária para o empreendimento.

ADIT: O COMPLAN acontece anualmente e do ano passado pra cá, quais pontos você destacaria na forma de pensar as cidades?

PP: Os desafios das questões da mobilidade, da valorização dos espaços públicos e dos ativos ambientais são questões amplas, tipicamente de cidades e metrópoles, onde os empreendimentos necessitam se inserir, de uma forma sustentável e colaborativa. Cada vez mais, é importante o alinhamento aos anseios das pessoas, na busca de segurança e qualidade de vida.

ADIT: O que você espera da 7ª edição do COMPLAN?

PP: A Granja Marileusa é um projeto que incorpora esses preceitos do urbanismo contemporâneo, incorpora a vocação do lugar e a expertise dos empreendedores, agregando o componente da tecnologia, criando um habitat propício à implantação de empresas de base tecnológica. Além disso, o conjunto é composto por uma grande diversidade de usos e tipologias, num mix que reflete a diversidade de um ambiente tipicamente urbano. A ideia do Complan este ano é mostrar um empreendimento funcionando na prática, os aplicativos e novidades que já estão em uso e que podem ser incorporados em outros empreendimentos.

Sobre

Paula Peixoto é arquiteta e urbanista, gerente SR de Urbanismo e Licenciamento da Iron House e dedica-se aos projetos de land development do Grupo Cornélio Brennand (PE). Tem experiência no desenvolvimento de masterplans, coordenando parceiros de urbanismo de renome internacional, consultores jurídicos e especialistas em licenciamento urbanístico e ambiental, com o objetivo de viabilizar e associar as qualidades dos projetos aos desafios da legislação aplicável.

COMPLAN

O Seminário sobre Comunidades Planejadas, Loteamentos e Desenvolvimento Urbano, reúne anualmente os principais players envolvidos com o desenvolvimento das cidades para discutir sobre o crescimento inteligente e a boa gestão dos espaços públicos. O COMPLAN preza pela integração dos setores público e privado, aliando a teoria e a prática, levando em consideração os conceitos e tendências nacionais e internacionais.

Data – 16 e 17 de novembro

Local – Unialgar | Av. Floriano Peixoto, 6495 – Granja Marileusa, Uberlândia – MG

Valores – Associados ADIT – R$ 0,00 | Parceiros (Empresas que estejam ligadas aos Apoiadores e Patrocinadores do evento) – R$ 1.350,00 | Público Geral – R$ 1.550,00

Visita Técnica – Dia 17 de novembro – Granja Marileusa – R$ 50,00 (Atividade não inclusa no valor da inscrição)

Inscrições – http://sie.adit.com.br/categoria.php?id=49

Sugestão de Hospedagem (Os participantes do COMPLAN possuem tarifas diferenciadas) – Hotel Mercure Uberlândia Plaza Shopping. Telefones: (34) 3239-8005 (Reservas)

Site do evento – www.adit.com.br/complan/

Mais informações – (82) 3327-3465

 

Por Jéssica Leite – Comunicação ADIT Brasil