08 de Fevereiro de 2017 - Ministro do Turismo, Marx Beltrão,recebe Sr Marcos Vital ABIT . Foto: Roberto Castro/MTur

Foto: Roberto Castro – MTUR

Um dos focos da ADIT Brasil está na atração de investimentos internacionais para o turismo nacional. Por este motivo, no último dia 09 de fevereiro, fora realizada uma reunião na sede do Ministério do Turismo, em Brasília – DF, com a participação do Conselho Administrativo e Fiscal da entidade e o Ministro, Marx Beltrão.

Deste encontro, retomou-se a parceria firmada há 10 anos, quando a ADIT foi fundada. “A ADIT tem uma longa trajetória de colaboração com o Ministério do Turismo. O setor público e privado precisam caminhar juntos, isso rendeu muitos frutos para o turismo nacional no passado, e entendemos que é chegado o momento de voltar a dar atenção à atração de investimentos para o país”, expôs Felipe Cavalcante, presidente da entidade.

A convite do MTUR, os associados da entidade poderão inscrever projetos e participar de feiras e eventos internacionais, além de agendar reuniões com investidores. “O ministro foi bastante receptivo… Nos dando apoio na questão dos licenciamentos, ou seja, quando for de interesse turístico, por intermédio de convênios, dependendo da relevância do empreendimento, podemos licenciá-los via MTUR, e isto tem um espaço importante no que se refere ao Marco Regulatório dos Jogos no país, onde grupos hoteleiros poderão explorar os Resorts ancorados nos cassinos, e esta é a nossa aposta para o biênio 2017/2018”, destacou Irineu Guimarães, vice-presidente da ADIT.

Outro ponto levado em consideração durante a reunião foi o desenvolvimento de leis para o setor de multipropriedade, e o aprimoramento do Timeshare na lei geral do turismo.

À época, intitulada ADIT Nordeste, a entidade era considerada responsável pela atração de investimentos imobiliários e turísticos para a região nordeste, com forte apoio do Ministério do Turismo, Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e Itamaraty. Com o passar do tempo a ADIT se tornou nacional, e com grande participação nas discussões sobre segurança jurídica para os empreendimentos, principalmente nas questões ambientais, como também, nas demandas relacionadas ao desenvolvimento das cidades.

Por Jéssica Leite – Comunicação ADIT Brasil